13 de outubro de 2010

Acabou. E agora ?

O que o vento leva, o vento trás e torna a levar.
É assim, sempre foi, sempre será.
Para quê querer ficar com um monte de destroços sem solução?
Memórias, recordações, promessas...São coisas que, por muito que tentemos guardar, irão sendo apagadas, umas lentamente e outras mais depressa.
Tudo tem altos e baixos, e quando se está mesmo em baixo só temos é que animar, porque quando se chega ao fundo, só podemos é voltar a subir.
Tudo tem o seu propósito e tudo nos ensina uma lição. A vida é assim e serve para isso.

Podemos olhar para a vida como um ciclo:
Ao fim do dia, todas as discussões, todas as lágrimas, gritos e brigas se reduzem a nada. Um nada imenso. Nada esse que amanhã irá ser preenchido de modo a tornar-se tudo outra vez. Um tudo que vai dar origem, futuramente, a mais lágrimas, a mais discussões, a mais brigas.

Sem comentários:

Enviar um comentário