21 de outubro de 2010

Movie Review -- "Um Violino No Telhado"

O Filme

 



Um Violino No Telhado (“Fiddler on the Roof”, em inglês) é um filme de 1971, do género drama e musical, realizado por Norman Jewison, baseado num musical da Broadway com o mesmo nome, que por sua vez foi baseado em contos de Sholom Aleichem.
As filmagens internas tiveram lugar nos Estúdios Pinewood em Buckinghamhire, na Inglaterra, e a maior parte das externas foi filmada na Croácia.






Sinopse


A história passa-se na pequena aldeia fictícia de Anatevka, na Rússia sob o Czarismo (Título usado pelos monarcas da Rússia Imperial entre 1546 e 1917. Foi adoptado por Ivan IV da Rússia como um símbolo da natureza da monarquia russa), no início do século XX. Lá vivem, em boa vizinhança mas sem se misturar, as comunidades judaica e cristã ortodoxa, seguindo as antigas tradições estabelecidas.
O leiteiro judeu Tevye leva uma vida tranquila até o dia em que pretende casar as suas duas filhas mais velhas, Tzeitel e Hodel. Ambas recusam os casamentos arranjados pelo pai e a tolerância de Teyve é levada ao limite quando outra das suas filhas, Chava, decide casar com um não judeu. O leiteiro debate-se nesta situação delicada quando um decreto do Czar obriga todos os judeus a abandonar a aldeia, condenando a sua família ao exílio e à dispersão.












-----------------------------------------------------------------------------------------------------------








Pela minha perspectiva, o filme visualizado encontra-se num patamar extremamente alto, tendo em conta a data da sua criação.
As coreografias estão lindíssimas, as músicas belas e divertidas, interpretadas por cantores magistrais, com destaque para Topol, que interpreta Tevye.
Também traz temas profundos, mostrando-nos até que ponto a tradição é capaz de interferir na liberdade.
Esse conflito entre tradição (representada pelos costumes judaicos) e liberdade (representada pelo violinista que toca no telhado, sem estabilidade alguma, como nos é dito na introdução do filme) é aprofundado num desenvolvimento em que vai se abdicando da tradição em favor da liberdade, até que, num caso extremo, a tradição se torna mais forte, e a filha do meio de Tevye é proibida de casar com um não-judeu.
No final, o que resta da família parte para Nova Iorque, sendo esta acompanhada pelo misterioso violinista.

Sem comentários:

Enviar um comentário