8 de maio de 2011

Animosidade

Neste momento é o que me preenche e só me apetece rebentar em cima de alguém que me anda a tirar do sério.
Sinceramente eu já não sei como guardar isto, estou a moldar-me, a transformar-me num ser revoltado com certas e determinadas atitudes de um único sujeito. Um ser humano que se perdeu completamente em algo que não é.
Porque eu sei que não é.
É enervante o quanto as companhias podem influenciar uma pessoa.
É preciso ser-se muito fraco para mudar assim...
Eu já nem sei que mais diga sem referir nomes...
A minha vida não é um filme. Não tem continuidade certa. É mais uma compilação de vários excertos de diversos filmes, todos de géneros diferentes.

Sem comentários:

Enviar um comentário