20 de maio de 2011

Pedro Silva.

Tive mesmo de tirar tempo para escrever sobre ti.
Porquê?
Porque és mais que namorado, és amigo; és leal, honesto, estás sempre do meu lado independentemente da distância, estás sempre disposto a ouvir-me, és um confidente, alguém a quem dou ouvidos, que me dá orgulho, que me faz feliz, que me ama de verdade, que me mostrou o que era amar, que era capaz de virar o mundo por mim...
Porque às vezes me apetece esganar-te, porque és teimoso, ciumento, casmurro, às vezes seco, cabeça dura, és um menino...
Chateias-me, irritas-me.
Mas passa... Porquê?
Porque me amas e porque eu te amo a ti, todos discutem.
Eu não te posso amar só pelas qualidades, pois não? É que os defeitos também fazem parte de ti. E por muito que me queixe na altura, eu não quero outra coisa, eu não mereço melhor ou pior, eu não estou contigo por estar. Eu estou aqui, contigo, para o que der e vier. Não é na alegria e tristeza, saúde e doença, até que a morte nos separe?
E eu não vou a lado nenhum.
Amo-te.

1 comentário:

  1. Como tu és única, especial, ouves sempre o que eu digo, estás sempre comigo, fazes-me a pessoa mais feliz do universo, fiel, a única que posso contar, a única que conto literalmente tudo...
    mas também sou isso tudo e pelo menos também sou extremamente egoísta no que conta a ti...
    Tal como tu também és como eu...
    Mas provavelmente eu sou mais...
    E tal como disse noutro sitio, há coisas que não percebes que me afectam... porque eu sou muito inseguro... não de ti, mas de mim próprio...
    e eu tou contigo para o que der e vier...
    tu sabes disso!!
    Nada nem ninguém pode contrariar isso...
    sou teu raquel...
    e já agora...vais sim a algum lado!!!
    vens cá e chiu!!
    Amo-te princesa
    My world

    ResponderEliminar