29 de março de 2012

Wishlist

- Um portátil fazia muito jeito
- Bilhetes para uma boa peça de teatro
- Um gato novo que não cresça
- Uma Nikon D5000
- Um diário novo, não, DOIS!

Notícia de Última Hora

"Consumo moderado de chocolate pode ajudar a emagrecer"
- JN, 27-03-12



As minhas preces foram ouvidas.
Há um bocadinho estava outra pessoa para além de mim a ver o meu blog.
Quando me entraram aqui pela primeira vez, apagaram-me o flag counter e eu perdi toda a quantidade de visitas que havia recebido e, desde aí não me preocupei mais com isso até hoje.
Voltei a tratar disso tudo que me havia sido tirado e, quando menos esperava, acabo de publicar o texto Jardim da Mãe e vejo que tenho mais alguém online. Não sei porquê, mas senti-me bem.
Foi bom.

Ainda para vir...


Jardim da Mãe




Hoje não tinha mais nada para fazer e não queria estar dentro de casa. Também não me apetecia ir sair, por isso, peguei no meu caderninho roxo, na minha caneta e máquina fotográfica e fui lá fora tirar umas fotos ao jardim da minha mãe.




Mal cheguei lá fora senti uma brisa quente que me fez lembrar o Verão, o que imediatamente me deixou com um sorriso nos lábios.
Sentei-me no pátio e comecei a escrever.



 "Está um dia lindo hoje.
Cheira bem. Cheira a Verão.
Vim tirar fotografias ao jardim da minha mãe. Parece mesmo divino..."





 "... Todas aquelas cores a contrastarem com o verde... As texturas, o cheiro doce. É perfeito!
Já não me lembrava de uma tarde assim."



 Não resisti em tirar fotografias dos bichinhos que fosse encontrando por lá também.



Não era bom se conseguíssemos voar como eles?
Ver tudo bem lá do alto, sentir o vento de um forma diferente, sentir-se leve.
Era bom...

28 de março de 2012

Parabéns

Sei que já vou bastante tarde, mas não posso deixar de partilhar um dia muito especial para a pessoa que me é mais querida.
Sinceramente esqueço a idade que tens, pois quando estás comigo é como se fossemos um só devido à forma como nos completamos um ao outro.
Para ti, sei que é mais um dia, um dia que difere, exclusivamente, graças a um simples "Parabéns" por parte das pessoas que se lembram, mas, para mim, só o facto de saber que vou estar lá quando abrires os presentes, soprares as velas, pedires desejos, é algo que me faz sentir inexplicavelmente bem e completa.
É bom poder dizer que faço parte destes pequenos momentos que, a longo prazo, irão construir algo bem maior e bem mais importante: a nossa vida.

Sendo assim, quero desejar-te as maiores felicidades que o mundo tiver para oferecer, pois é exactamente isso que mereces.
Quero que saibas que te amo daqui até à lua e da lua até aqui e que me és tudo.

Muitos parabéns meu amor!

Livros que quero ler

- O Jogo do Anjo
- Hush Hush
- Crescendo
- O Perfume
- Silence
- Finale

20 de março de 2012

Compreensão



"Tudo aquilo que não podemos incluir dentro da moldura estreita de nossa compreensão, nós rejeitamos."
-Henry Miller

16 de março de 2012

Olá, eu sou a Raquel e não consigo ter um momento de paz, visto o mundo andar sempre virado contra mim.
Ajuda precisa-se.

Girls' Secrets

Quando uma rapariga pergunta:
- Estou bonita?
O que ela quer mesmo dizer é:
-Por favor, diz que estou bonita...



12 de março de 2012

Tramados.

Passar do nono para o décimo ano foi como ser atropelada por um camião.
Passei duma escola em que era uma das melhores alunas a tudo e agora aqui bem vejo o quão bem é que realmente fui preparada no básico...
Fui tramada.
Não admira que fosse tão boa mesmo sem ter de estudar! Andamos a brincar, foi o que foi. As coisas que devíamos saber agora são as coisas que os stores de anos anteriores passaram à frente passaram à frente por ser muito complicado...
Se eu um dia vir um deles na rua vou até eles cumprimentá-los com dois pares de estalos por me terem feito acreditar na mais pura fantasia.
A mim, e a todos os outros.


Agora, teste de Físico-química, focamos o estudo no trabalho da aula, nomenclatura de compostos alcanos lineares de cadeia ramificada e no teste sai nomenclatura de CFC's, coisa que mal demos em aula.
Já para não falar do resto...
Problemas de cálculo de Densidades, Concentrações e outros, quase sempre praticamos com átomos e moléculas e no teste, vão sair iões.
De novo, fui tramada.

10 de março de 2012

Gatos

Num Domingo, na viagem de comboio de Braga para o Porto, à minha frente, sentou-se uma rapariga com um gatinho numa caixa. A rapariga não devia ter mais de 18 anos e, nela, o que chamou mais à atenção foram os seus grandes olhos verdes, o piercing que tinha no nariz e a caixa em que estava o gato.
O bicho era tão mimalho e brincalhão que bastava olhar para ele para deixarmos escapar um sorriso. Tinha o pelo branco e algumas manchas castanhas e pretas. Os seus olhos eram enormes e amarelados.
Tinha a mania de meter as patitas num buraco que havia na tampa da caixa, a pedir brincadeira, o que levava a rapariga a fazer uma fita do seu casaco chegar até ele, o que o entretia durante um bom bocado, pois ele mordia, torcia, rolava e até se punha de pé a brincar.
Às vezes, a rapariga distraía-se e não via as patas do gato. Quando isso acontecia, o gatito, inteligente, estendia a pata, fazendo com que ela passasse por entre as fendas da grade da caixa, e batia no pé da dona. Ela sentia e voltava a brincar com ele.
Numa hora de viagem, foi isto o que mais interessou.
Uma gato... Tão... Gato.

English test

No teste de inglês:
"... you will swallow a very small cherry tasting robot wich will ..."

A primeira coisa que me vem à cabeça:
--> Homer Simpson's voice:

HMMMMMM... Cherry tasting robots ...

Um abraço


"Tudo que você pensa e sofre
dentro de um abraço se dissolve..."

- Martha Medeiros
O meu maior defeito?
Não seguir os conselhos que dou.

Problemas

Problemas são obstáculos inevitáveis que existem na vida de toda a gente. 
Uns mais graves e outros menos, no entanto, no que toca a dar dores de cabeça, todos são iguais, porque todos dão.
O importante é sabermos que, por muito solitários, por muito marginalizados, existe sempre lá alguém para nós. Alguém em quem possamos confiar e depender, nem que seja só naquele preciso intervalo de tempo. Às vezes, só o poder desabafar por um bocado é como se levantassem um peso dos nossos ombros.
Nem tudo é para sempre, por isso é preciso que nos mentalizemos de que os problemas também não o são e que tudo acabará, eventualmente, por se resolver. O caminho a percorrer é que pode variar entre mais ou menos doloroso, dependendo de como o quisermos percorrer.
Quem disse que a paciência era uma virtude, tem razão.

3 de março de 2012

Há dias.

Há dias em que me apetece vaguear, fugir de casa a meio da noite, debaixo de chuva incessante e pensar.
Há dias em que não me apetece sair da cama, simplesmente porque é onde me vou sentir mais segura no decorrer daquele dia...
Há dias em que me apetece  fechar a porta à chave, desligar o telemóvel, fechar as janelas, apagar a luz e viver no escuro.
Há dias em que não me apetece partilhar, outros em que partilho demais...
Há dias em que ninguém me quer entender, não, espera...
Nunca ninguém entende... Pelo menos não a mim. Não de verdade...
É triste quando no meio de tanta gente ainda é possível sentir solidão... No meio de tanta gente igual existir incompreensão.

Há dias em que me apetece chorar, e choro mesmo, por nenhuma razão aparente. Meto-me na cama e choro até adormecer. Forço o encerramento de um dia.
É interessante como nunca, mas nunca estamos plenamente felizes. Acontece sempre alguma coisa, pelo menos a mim, sim.


Não é interessante, é fodido.
Uma pessoa espera ficar feliz e acontece sempre algo para estragar tudo.
E agora ?
Como é que uma pessoa se deve sentir quando o seu mundo pode estar a momentos de ruir?
Será tudo mentira?
Será tudo imaginação minha?
Devo reagir?
Devo guardar tudo cá dentro? Guardar a fúria que sinto, a dor que me rasga, a vontade de desaparecer?

O que dói mais... Não poder fazer nada, não poder ver nada, não ter a certeza de nada.

Apetece-me matar.
Apetece-me matar-te.