3 de março de 2012

E agora ?
Como é que uma pessoa se deve sentir quando o seu mundo pode estar a momentos de ruir?
Será tudo mentira?
Será tudo imaginação minha?
Devo reagir?
Devo guardar tudo cá dentro? Guardar a fúria que sinto, a dor que me rasga, a vontade de desaparecer?

O que dói mais... Não poder fazer nada, não poder ver nada, não ter a certeza de nada.

Apetece-me matar.
Apetece-me matar-te.

Sem comentários:

Enviar um comentário