14 de junho de 2013

Fico...

...vezes e vezes sem conta acordada, à noite, a pensar nas coisas que escondeste de mim... Que escondes de mim.

Sem comentários:

Enviar um comentário