16 de outubro de 2013

Fim da Linha. Nova viagem.

Meu Deus, já não me lembrava da sensação de escrever tanto no teclado... Já não me lembro da última vez que aqui estive e tenho de admitir... Tinha tantas saudades.
Sim, a culpa foi minha. Não tinha tempo, paciência, vontade nem inspiração para isto. Não é desculpa? Não me interessa..

Aconteceu tanta coisa em tão pouco tempo, umas boas, umas más, mas deu para crescer. É o que importa.

Dei por mim a sentir muitas saudades de quando os tempos eram outros; as principais preocupações eram o que havia de vestir; acreditava que tudo o que era bom poderia durar para sempre; achava que tudo seria sempre fácil... Ai, como me enganei. Enganei-me tanto que ao fugir da responsabilidade tropecei na ingenuidade e fui de chapa contra a realidade que é a vida agora. Mas não me arrependo...

Começou uma nova etapa na minha vida, é verdade. Não vale a pena dizer que se cresce quando tudo está na mesma. Finalmente percebi (e foi preciso que entrassem na minha vida e me dessem um belo abanão) a importância de dar valor à minha felicidade antes de me focar completamente na dos outros, o quão necessário é ter um pouco de confiança e, principalmente, NADA deve poder abalar a minha auto-estima porque "se eu não gostar de mim, quem gostará?"

Estou mesmo entusiasmada e estou ansiosa para experimentar um monte de coisas novas aqui... Acho que é altura de voltar às origens.


Tinha mesmo muitas saudades.



Sem comentários:

Enviar um comentário